Porta copos de crochê em forma de floco de neve
Parece natalino, mas eu juro que se trocar de cor dá pra usar o ano inteiro!
Leia em 4 min

Essa foi a minha primeira receita de crochê (nhoin) e aconteceu quase que por acidente. Estava tentando fazer uma guirlanda de natal craft, e achei que seria bacana fazer uns floquinhos de neve. Mas como a noção passou bem longe e nem mandou oi, peguei uma agulha número três e a linha Baloon da Pingouim, achando que ia arrasar. No final das contas, o bendito floco de neve estava praticamente do tamanho de meia guirlanda e eu, em vez de dar minha empreitada por fracassada, achei uma utilidade nova pro enfeite que não deu certo.

Fingindo normalidade, postei a receita num finado grupo de Amigurumi lá no Facebook, e pedi se alguém topava testar. Pois que, pra minha surpresa, 23 crocheteiras lindas se ofereceram e, graças a elas e às suas observações, cá estou, postando pra vocês a versão final da receita do meu porta copos leendo. Ele é super fácil e rápido de fazer, é gostosíssimo de se trabalhar, e fica visualmente sensacional debaixo de qualquer copo ou xícara. Eu usava o meu no trabalho, e todo mundo que entrava na redação achava lindo e perguntava de onde ele tinha vindo. Delícia de toda a crocheteira, né? <3

 

Receita de crochê – Porta copos floco de neve

Agulha: 3 mm (usei a KnitPro Waves)
Linha: Ballon | Pingouim (variações: já fiz com a Duna | Círculo, mas dá pra usar praticamente qualquer coisa que você tenha sobrando em casa)
Tamanho (aprox): 12 cm
Tipo de crochê: circular
Nível: fácil

Pontos usados:
corr: ponto corrente
pb: ponto baixo
pbx: ponto baixíssimo
pa: ponto alto

Na última carreira, você precisará fazer o picô. É simples, e é feito assim:
PICÔ: 3 corr. + pbx. unindo a terceira e a primeira corrente.

  • DICA DO AMÔ: pra não repetir a mesma coisa, eu indico uma instrução entre colchetes, com o número de vezes que ela deve ser repetida. Ex: se eu disser 5 vezes [3pa, 2corr] – é pra fazer cinco vezes o que está dentro do colchete. Ok? Ok.

 

Carreira 1: 5corr., pbx. para prender a última corr. na primeira, formando um círculo. (Pode começar com 5pb. no anel mágico? Pode.)

Carreira 2: 3corr., 2pa., 2corr. + 5 vezes [3pa.2corr.]. Pbx. para prender o último pa. na terceira corr. do início. (Seis blocos de 3 pontos altos cada, divididos por duas correntinhas)

Carreira 3: 6 vezes [3 corr., 2 pb. no seguinte espaço da carreira anterior.]

Carreira 4: 3corr., 7pa. nas 3corr. da carreira de baixo + 5 vezes [8pa. nas próximas 3corr. da carreira de baixo]. Pbx. para prender o último pa. na na terceira corr. do início. (Seis blocos de 8 pontos altos cada, divididos por duas correntinhas)

Carreira 5: 3corr., 3pa. (1 em cada pa. da carreira de baixo), 4corr., 4pa. (1 em cada um dos 4pa. restantes desse bloco, na carreira de baixo), 2corr.  5 vezes [4pa. (1 em cada pa. da carreira de baixo), 4corr., 4pa. (1 em cada um dos 4pa. restantes desse bloco, na carreira de baixo), 2corr.]. Pbx. para prender a última corr. na terceira corr. do início. (Doze blocos de 4 pontos altos cada, divididos por duas e quatro correntinhas, alternadamente)

Carreira 6: [6pa. na corr. abaixo (de 4 pontos), PICÔ, 6pa. (na mesma corr. de 4 pontos). 2pb. na corr. de 2 pontos, outro PICÔ, 2pa. (na mesma corr. de 2 pontos)]. Repetir até o final da carreira.

Arremate: corte a linha e costure, com o auxílio de uma agulha de tapeçaria, uma parte dela para dentro do trabalho. Pode ser que o trabalho pareça torto; nesse caso, puxe cada “pétala” para fora, até que os pontos se ajeitem.

 

Acreditem em mim, é mais fácil fazer o treco do que explicar como fazer o treco. Prometo trabalhar com carinho nessa minha falta de habilidade de escrever receitas em português, e ainda vou mexer nessa aqui e colocar umas fotinhos maneiras pra facilitar o entendimento. Combinado?

Se você fez, mostra pra gente? Pode ser por e-mail, DM, sinal de fumaça, ou com a hashtag #heyscopel que é pra eu te achar no insta ou no face, ok?

Se você tem sugestões de como melhorar essa receita, deixa a timidez pra lá e escreve aqui nos comentários (ou entra em contato como preferir).

Agradecimento às testers mais amadas: Bruna Jacom, Paula Menezes, Camila Nagano, Dirlene, Jennifer S., Kariely. Vocês arrasam! Sem o retorno de vocês não haveria essa receita aqui. De verdade. <3

Beijo!