A receita mais rapidinha (e deliciosamente divertida) que você vai ver esse ano! É pra aumentar sua autoestima crocheteira, e te fazer sentir produtiva comigo? Oh, yes.
Leia em 3 min

Se você tá vendo frufrus em crochê pela sua timeline inteira, mas não sabe de onde eles vieram, sentaqui que eu te explico tudinho. Inclusive, te entrego um PAP de como fazer frufrus de crochê de um jeito super simples, em minutinhos. Aviso: essa receita vicia. Muito.

Os frufrus, ou scrunchies, como são chamados em países que falam inglês, são uma tendência dos anos 90 que estão dando as carinhas também em terras tupiniquins, veja você. E como nós, nesse bloguíneo somos total de dar alerta de tendência porém também somos de PAP e de receitas de crochê, achamos por bem unir o útil ao agradável e trazer essa receita.

Tudo começou lá nos stories do meu instagram, onde eu fiz uma sequência de vídeos curtos que ficou nos destaques, e aí virou a nossa brincadeira favorita do verão. Como o Desafio de Janeiro estava batendo na porta, pois que fizemos uma adaptaçãozínea e aqui estamos, frufruzando mais um tantão. Eike delícia.

Receita do Frufruland, o frufru retrô de crochê!

Linha: Veludo Molhado | Círculo (mas literalmente qualquer uma que você tenha em casa e queira usar, dá rolê. Fio de malha, inclusive)
Tamanho (aprox): 10 cm (evidentemente varia de acordo com a sua opção de fio e linha)
Tipo de crochê: circular
Nível: fácil (sérião)

Pontos usados:
pbx: ponto baixíssimo
pb: ponto baixo
pa: ponto alto
E só!

  1. Faça uma sequência de pontos baixos, até que o rabicó esteja completamente coberto. Não deixe muitos espaços.
  2. Vá esticando conforme for crochetando, pra ajudar os pontos a se organizarem.
  3. Prenda com um ponto baixíssimo no primeiro ponto baixo, e faça três correntinhas de subida.
  4. Faça três pontos altos em cada ponto baixo da carreira anterior, pra que essa carreira fique curvadinha. O excesso de pontos é o que vai dar o efeito “ondinha”, que é a marca registrada dessa peça.
  5. Ao finalizar a carreira, prenda com um ponto baixíssimo e corte, deixando uns 20 cm de fio pra arrematar. Como é uma peça maleável, recomendo que você arremate fazendo uma série de nozinhos, antes de esconder o fio, pra garantir que ela não se solte com o uso. Vale também prender com firmeza o fio que sobrou no início, dando uns dois nós pra garantir.

Aqui tem uma sequência de vídeozinhos, nos meus destaques do instagram.

E tá pronto seu frufru! Pode arrasar tanto nas vendas, quanto nos presentinhos handmade de última hora, quanto no look noventista!

Essa receita é perfeita para levar em feiras de artesanato, por ser uma peça de preço de venda mais baixo e ter um alto valor agregado. Ela pode gerar vendas para quem levou pouca grana, e também pode ser uma venda complementar pra quem já está levando uma peça maior, aumentando o retorno numa mesma venda.
Se você faz moda praia ou xales em crochê, fica aqui também a dica de ter frufrus combinando com eles, pra aproveitar a compra por impulso.

Beijas, e bom crochê! :*

Deixe uma resposta