Photo by Phil Goodwin on Unsplash
A inspiração vem de vários lugares!
Leia em 3 min

Há um ou dois anos atrás (talvez mais), havia um grupo super legal no facebook, o Amigurumi Brasil. Criado pela Bia Morais, era um espaço único, cheio de ideias novas e inspiradoras, onde o crochê não mais se limitava aos tapetes de barbante bege com flores (nada contra os tapetes, tudo contra a falta de diversificação). Porém, conforme o grupo foi crescendo, novas regras se fizeram necessárias. Uma delas dizia que os assuntos ali seriam limitados aos amigurumis, os bichinhos de crochê, e não mais ao crochê em geral. Neste momento, surgia uma lacuna para quem curtia o “crochê 2.0”: a gente não tinha mais um espaço bacanérrimo onde trocar ideias sobre nossa arte.

Foi aí que percebi que a Clarice Batusanchi, a mente criativa por trás da marca Cacarecos Craft, criou um grupo chamado Crochê Descolado, pra que pudéssemos nos reunir e trocar ideias e referências sobre essa arte. Quando cheguei no grupo era “tudo mato” (hahaha), fui uma das primeiras a entrar, empolgadérrima com o novo espaço. E vimos o grupo crescer timidamente, no início, e depois mais e mais, como bola de neve. Lá pelos idos dos 300 membros, entrei em contato com a Clarice oferecendo ajuda pra moderar o grupo e manter os tapetes de banheiro de fora, cof cof, e ela topou entusiasticamente. \o/

Com a visão de ser um ponto de encontro entre as pessoas que curtem as vertentes inovadoras dessa arte, o grupo pretende reunir links, fotos e toda a sorte de inspirações, de vários lugares do mundo onde o crochê extrapola os limites que conhecemos. Inspirar, encantar, fazer curadoria de conteúdo descolado e diferente: é o que nos move por lá, todos os dias. E a prova de que não somos as únicas, é de que o grupo já está na casa dos milhares!

De lá pra cá, a gente tem pensado em desafios e brincadeiras que mantenham o grupo ativo e que, sobretudo, promovam a interação e liberem a criatividade da galera. A gente tem alguns parâmetros rigorosos (somos completamente contra o roubo e a pirataria de receitas, e completamente a favor dos direitos de todos – inclusive, o direito de as mães frequentarem todos os espaços – mas esse papo a gente deixa pra outro dia) e algumas regrinhas de convivência (nada de spam ou assuntos não relacionados, obrigada, de nada), pra ajudar a manter tudo por lá organizado e agradável.

Se você fecha com esses parâmetros, seja bem vind@ por lá! E não esqueça de responder às três perguntinhas básicas pra que sua entrada seja aprovada (se responder as duas primeiras, já vale!). Por esse motivo, mesmo que esteja começando um blog sobre crochê, ainda não tenho planos de montar uma comunidade nova, afinal, o Crochê Descolado é onde pretendo investir meu tempo, para que o grupo cresça ainda mais e seja cada vez melhor e mais engajador!

Clique aqui para conhecer o grupo. (Não clique se for pra ir postar tapete de banheiro. Hahahaha)

9 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta